Os servidores da Prefeitura de Suzano receberam nesta quarta-feira (05/06) orientações para a coleta seletiva solidária nos prédios públicos municipais. Na oportunidade, cada setor teve a visita de representantes da Secretaria de Meio Ambiente e da Cooperativa de Trabalho em Reciclagem Unidos Venceremos (Univence), que explicaram como deve acontecer a separação dos resíduos e como a atividade se reverte em sustento das famílias dos 14 cooperados. A ação faz parte da Agenda Ambiental da Administração Pública (A³P), lançada nesta quarta-feira, quando se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente.

A visita dos cooperados ao Paço Municipal Firmino José da Costa teve também a participação de representantes do setor da limpeza, do membro da Comissão Intersetorial de Educação Ambiental (Cisea) Allan Santos de Oliveira e da engenheira ambiental Giovanna Rodrigues Hamada, que é servidora municipal da Secretaria de Meio Ambiente. De acordo com ela, por meio de análise, a pasta observou que pelo menos 70% dos resíduos gerados nas repartições públicas são recicláveis, como folhas de papel e copos plásticos.

 

O início da atividade foi acompanhado pelo prefeito em exercício, Walmir Pinto, pelo secretário municipal de Meio Ambiente, Edson Gianuzzi, e pela diretora da pasta Solange Wuo.

A expectativa é de que todo o material separado seja recolhido pelos funcionários da limpeza, que vai encaminhar à cooperativa uma vez por semana. A presidente da Univence, Alessandra de Paula Vieira, pontuou a importância do caráter solidário da ação. “Na cooperativa a gente realiza a triagem, prensa e vende o material reciclado. Este dinheiro é o que sustenta 14 famílias que dependem unicamente deste serviço”, disse. A iniciativa também deve ser adotada, em breve, em escolas e postos de saúde.


Além disso, o grupo ainda reforçou a adesão à Consulta Pública de Percepção Ambiental. A enquete, aberta ao público por meio do link http://www.suzano.sp.gov.br/consultapublica, estará vigente até 16 de junho e constitui a elaboração do Plano Municipal de Recuperação e Conservação da Mata Atlântica (PMMA), permitindo acesso ao Fundo Nacional de Restauração para obtenção de recursos. Devido à iniciativa, Suzano é o único município do Estado de São Paulo a ter o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU) Meio Ambiente. A proposta também é amparada pela SOS Mata Atlântica e pela Associação Nacional dos Órgãos Municipais de Meio Ambiente (Anamma).

 

 

Crédito das fotos: Irineu Junior/Secop Suzano

Deixe uma resposta