Um tatuador de 37 anos foi preso em Mogi das Cruzes por violência doméstica e ameaça. De acordo com o boletim de ocorrência, o homem ameaçou a companheira de morte com uma faca, depois de chegar em casa alterado.

O caso aconteceu na noite deste domingo (30), na Rua Antonio Pinto Guedes, no Jardim São Pedro. De acordo com o boletim de ocorrência, assim que a mulher notou que o homem estava alterado, ela se trancou no banheiro e conseguiu pedir ajuda.

A vítima contou que os dois tiveram uma discussão e ele disse que iria esquartejá-la. Ela solicitou a medida protetiva. A vítima contou que possuía um relacionamento de dez anos com o agressor e que eles têm três filhos.

A mulher contou que o suspeito, aparentemente, estava sob efeito de álcool ou drogas quando chegou. Mesmo na presença dos policiais e enquanto era levado para o 1° Distrito Policial para o registro da ocorrência, o tatuador continuou fazendo ameaças para a vítima.

Na delegacia, os policiais descobriram que a vítima e outra mulher que já havia se relacionado com o tatuador haviam registrado boletim de ocorrência contra ele. Ainda segundo a policia, o suspeito também possui antecedentes por dirigir sem habilitação, por porte de drogas para consumo pessoal, ameaça e lesão corporal.

O suspeito ficou em silêncio no momento do registro da ocorrência. A polícia não ofereceu a fiança para o tatuador, tendo em vista da gravidade do crime. Depois do registro da ocorrência, o suspeito foi encaminhado para a cadeia pública.

Deixe uma resposta